2019 é o melhor ano para abrir um negócio?

Começo de ano é a época onde as pessoas estão mais motivadas e com expectativas para tirar os projetos do papel. Será que este ano de 2019 é o melhor ano para abrir um negócio?

Nos últimos anos, o Brasil sofreu uma grave recessão econômica e uma crise política preocupante. Mesmo assim, discretamente o país vem se recuperando.

Você sabia que o Brasil apresentou crescimento nos últimos 8 trimestres? Exatamente! Mesmo com greve dos caminhoneiros, delações premiadas escandalosas, alta de juros no Estados Unidos, um milhão de feriados, incerteza causada pelas eleições, etc. Sim, temos atributos para elogiar o governo Temer. A aprovação da reforma trabalhista, por exemplo, foi um feito importante.

Agora em 2019, Jair Bolsonaro tem um grande desafio e ao que tudo indica, este primeiro ano de mandato será decisivo. Ele terá que provar a sua força no congresso nacional para por em vigor a reforma da presidência e reforma tributária, duas áreas vitais para colocar o país nos trilhos de crescimento.

Mas ele certamente sofrerá resistência. Terá que desenvolver sua capacidade articulação e persuasão. Ao menos, em sua pauta econômica, liderada pelo Ministro da Economia Paulo Guedes, o seu governo apresenta propostas de maior liberdade econômica, e desburocratização para o empreendedorismo.

Dito isso, vamos ao tema principal. Este ano de 2019, certamente é melhor ano para você empreender. Sabe por que? A maioria das pessoas só toma uma decisão em época de vacas gordas. O que provavelmente vai acontecer em 2020 ou 2021.

Os economistas apostam em uma média de crescimento do PIB (Produtor Interno Bruto) de 2,5%. Porém, se não acontecer nenhuma grande crise internacional e o governo do novo presidente cumprir com agenda prometida, de caráter mais liberal (diminuindo o peso do estado), as chances são boas para um crescimento ainda maior.

Saindo da Economia e indo pro Digital

Fugindo um pouco do debate econômico, quero falar com você sobre marketing digital. Para mim, a maior oportunidade de todos os tempos pra quem quer abrir um negócio!

Na palma da sua mão, você tem a possibilidade de impactar simplesmente quem você quiser para saber mais sobre seu produto ou serviço. Isso é incrível!

Antigamente para fazer marketing, era necessário investir em mídias offline, que ou muito caras como televisão, rádio, jornal, ou então que tinham pouco alcance de pessoas, como um outdoor.

Hoje, você pode vender alguma coisa para alguém que mora no Japão ou no Acre, utilizando as mídias digitais, e pagando um valor extremamente acessível para alcançá-las.

E sabe o que é mais intrigante em todo esse universo e que parece tudo tão óbvio? É que muita gente ainda não tomou consciência disso, até mesmo grandes players do mercado.

Em um outro texto, eu abordei este tema com mais profundidade, recomendo você clicar aqui, e dar uma olhada.

O segredo do sucesso é a preparação

Legal, você viu que provavelmente 2019 será o ano retomada da economia, então tem uma ótima oportunidade para abrir um negócio, entendeu que existe muitas possibilidades no marketing digital e junto a isso você tem UMA BOA IDEIA.

Muito bem, independente de todos estes fatores, há 2 lições de casa que você precisa fazer, caso contrário, suas chances de fracassar serão altíssimas: 1) Estudo de Mercado e 2) Planejamento Financeiro.

Para exemplificar isso, vou te contar uma breve história. No ano passado, uma dupla de amigos nos procurou, cada um com cerca de R$ 350 mil reais para investir. A ideia deles era abrir um complexo esportivo, com canchas de futebol Society.

Como ideia parecia interessante, eles estavam planejando vários diferenciais para o negócio, mas queriam ter certeza de que o empreendido teria sucesso, para não jogar o dinheiro fora.

Então, realizamos uma Análise de Viabilidade, e a primeira parte foi estudar o mercado. Foram feitas pesquisas com os potencias clientes e com os concorrentes, para levantamento de informações relevantes, como preferências e frequência de compra, por exemplo.

O resultado da pesquisa foi ótimo, mercadologicamente, a ideia de negócio era viável. No entanto, na segunda etapa do projeto, onde desenvolvemos a projeção financeira do negócio, com um fluxo de caixa projetado de 5 anos em diferentes cenários (pessimista, realista e otimista), o empreendimento não se mostrou nada atraente.

No cenário otimista, eles teriam o retorno do investimento em 7 anos. Você abriria um negócio para, na melhor das hipóteses, ter um payback de 84 meses? A pergunta foi retórica, sei que você não cometeria essa tolice.

Esse case, nos mostra a importância de avaliar o mercado e fazer um planejamento financeiro da sua ideia de negócio. O papel aceita tudo e sua imaginação também, mas é preciso se aprofundar no seu mercado de atuação e analisar números.

Se você não fizer isso, você vai ficar refém da sorte, apostando apenas no seu achismo. Você pode até não quebrar, mas vai passar muito perrengue, com certeza.

Faça uma escolha assertiva

Para finalizar, quero te dar um conselho que eu gostaria de ter ouvido no fim da minha adolescência. Empreenda em um negócio que você goste, que você seja bom e que você possa ser bem pago por isso.

Tem que encaixar nas três opções, caso contrário pule fora. Acredito fortemente nisso.

Obviamente, depois de certo nível, você pode diversificar um investimento, em um negócio onde o foco seja exclusivamente ganhar dinheiro. Mas não é a realidade de 99% dos empreendedores brasileiros.

Analise, cuidadosamente, a área de negócio que você vai investir e faça uma auditoria interna. Você realmente gosta desta atividade? Você tem talento para isso? O mercado pode te pagar o quanto você quer?

Respondendo a estas 3 perguntas, tenho certeza que você vai abrir o negócio ideal pra você em 2019!

E aí, qual a sua ideia de negócio para empreender em 2019?

Eu posso te ajudar, clique aqui para gente tomar um café juntos.

Espero que este texto tenha te ajudado de alguma forma. Que este ano seja o melhor ano da sua vida, com muito atitude, protagonismo e conquistas.

Um abraço!



Autor: Leonardo Beling
Publicitário, especialista em Planejamento e Gestão de Negócio e Coach, é apaixonado por assuntos ligados a empreendedorismo, inteligência emocional e alta performance. Diretor de Markerting da GGV, semanalmente escreve para o blog GGV e grava vídeos de conteúdo para as redes sociais. Locutor e compositor nas horas vagas.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

1
Olá! Use o Whatsapp para tirar suas dúvidas.
(disponível apenas em horário comercial)
Powered by