Dicas de como captar investimentos para sua empresa

Dicas de como captar investimentos para sua empresa

Dicas de como captar investimentos para sua empresa

As empresas precisam de capitais para investir e crescer. No entanto nem sempre uma empresa conta com todo o dinheiro necessário para aplicar em seu caixa, e se torna necessário captar recursos de terceiros para conseguir funcionar. Existem várias formas de se obter investimentos externos para a sua empresa, e neste artigo iremos falar um pouco mais sobre alguns deles e como consegui-los.

É sempre importante ter em mente que todo mundo que investe seu dinheiro em alguma coisa espera contrapartida. Portanto, o capital reunido pela sua empresa precisa ser bem investido para trazer frutos e dar aos investidores o retorno esperado. Para tanto, conte sempre com consultoria empresarial experiente e capacitada para auxiliar a sua empresa a tomar sempre as melhores decisões e crescer mais. Conheça a GGV Consultoria Empresarial

Emprestar de instituições financeiras

Sua empresa pode conseguir empréstimos de uma instituição financeira para conseguir crescer. Mas fique sempre atento às todas as condições do empréstimo que você está contratando, pois os bancos costumam ser implacáveis no que diz respeito à cobrança ou renegociação de dívidas. Pesquise no maior número de instituições possíveis para ficar atento a prazos, taxas de juros e características da contratação.

Tudo depende também do tamanho e do volume de capital que sua empresa precisa captar da instituição financeira. Se seu negócio não precisa de tanto dinheiro, um banco de varejo pode oferecer condições favoráveis para um empréstimo empresarial com boas condições de pagamento, garantindo que sua empresa não fique no vermelho ou fique devendo para o banco – e ficar em débito com instituições financeiras nunca é um bom negócio.

No entanto, se sua empresa tiver um porte maior e precisar de uma quantia grande de dinheiro pode ser mais interessante procurar por um banco de investimentos e não um banco de varejo. Para este tipo de negócio, estas instituições oferecem condições mais vantajosas para liberar uma grande quantidade de capital a juros menores, oferecendo um melhor investimento para a sua empresa. Negocie e veja qual a melhor opção para o seu negócio!

Programas para o desenvolvimento empresarial

Há programas de financiamento empresarial também empregados por iniciativas estatais. O mais conhecido e maior deles é o Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES), que financia grandes investimentos em vários negócios por todo o Brasil, mas ainda há outros fundos a se conhecer, como o Finep (Financiadora de Estudos e Projetos).

Estas instituições também oferecem o dinheiro como uma forma de empréstimo onde os juros são bem menores, pois são diferentes dos bancos e não tem fins lucrativos.

Contudo, os juros menores também só são possíveis se o risco do investimento é baixo. Por isso, faça um estudo interno em sua empresa para ver se ela atende a todos os requisitos que estes fundos de investimento costumam ter para conseguir captar o dinheiro.

Private Equity

Se sua empresa está em franco crescimento, mas ainda não é listada em Bolsa de Valores, é possível inseri-la em um fundo de Private Equity. Com ela, uma boa parcela societária do seu negócio (geralmente menor que a metade, pois você continua no controle da empresa), mas a empresa responsável pelo fundo de investimentos irá captar recursos de todos os investidores que fazem parte do grupo de Private Equity e inserir no giro de seu empreendimento para que ele possa crescer.

Obviamente, todos os investidores esperam dividendos, portanto, é importante que o dinheiro seja aplicado de forma adequada. Para isso, conte com a consultoria financeira da GGV Consultoria Empresarial.

Abertura de capital

Se sua empresa tem potencial para crescer, pode ser uma ótima ideia realizar a abertura do capital e começar a vender ações no mercado. Com um IPO (Oferta pública inicial), sua empresa pode captar uma grande quantidade de recursos através da venda direta de ações na bolsa ou em corretoras para investidores que enxergam as possibilidades de crescimento do seu negócio. Mais uma vez, lembre-se que acionistas esperam dividendos, portanto, a empresa passa a ter um grupo societário muito maior para se administrar. Esta opção é para empresas que esperam realmente crescer e adquirir um grande porte.



Autor: Gustavo Resende
Mercadólogo, especialista em finanças e Diretor de projetos da GGV com skills orientadas a gestão de negócios, finanças e relacionamento empresarial.
1
×
Olá Empreendedor, tudo bem?
Me conte sobre o seu negócio!