Conheça 6 dicas de planejamento e gestão empresarial

Conheça 6 dicas de planejamento e gestão empresarial

O sucesso de todo empreendimento passa, obrigatoriamente pelo planejamento e gestão empresarial. É isso que difere o sonho (algo abstrato e distante) da sua verdadeira concretização.

Muitas empresas brasileiras são obrigadas a fechar as portas todos os anos, porque se deparam com situações que não haviam previsto. Se o planejamento tivesse sido eficiente, talvez, não seria necessário tomar uma medida tão drástica.

Pensando nisso, em nosso artigo de hoje separamos algumas dicas imprescindíveis de planejamento e gestão empresarial, que podem ser adotadas em negócios de todos os portes e segmentos.

1. Estabeleça objetivos

Isso parece incrivelmente óbvio, mas é aqui que muitas empresas pecam, especialmente ao estabelecer objetivos vagos demais, como o clássico “ser referência nacional no segmento”. Não há nada de errado em pensar grande, muito pelo contrário, mas especificidade é preciso.

Em x anos, quanto você pretende estar faturando anualmente? A ideia é abrir outras unidades? Quantas? Você deseja que a sua marca seja responsável por que porcentagem das vendas no segmento?

Os objetivos precisam ser específicos, baseados em estudo de mercado e devem estar relacionados a um período de tempo definido. Só assim será possível mensurar essas metas e, a partir daí, saber se as estratégias estão no caminho certo ou se é preciso promover alguma mudança.

2. Análise de mercado

Outro erro fatal: focar apenas no ambiente interno e se esquecer de que ele está condicionado a uma série de fatores que estão do lado de fora dos muros da empresa.

Antes de abrir um novo negócio, o estudo do mercado é um passo básico. Isso vai desde definir o público-alvo, fazer uma pesquisa para levantar como seria a aceitação do produto ou serviço que você propõe, até analisar a concorrência.

Esse estudo precisa ser mantido. Depois que a empresa já está em pleno funcionamento, continua sendo muito necessário ficar de olho no ambiente externo, porque ele é dinâmico e muda o tempo todo, especialmente em determinados segmentos. Uma gestão eficiente antecipa possíveis transformações no mercado e encontra soluções para se adaptar a elas sem perder a essência do negócio. Conheça a ferramenta que vai te auxiliar: ANÁLISE DE VIABILIDADE.

3. Conhecimento da empresa

Se por um lado deixar a visão limitada ao ambiente interno é um erro, ignorá-lo é tão grave quanto. Faz parte do planejamento e gestão conhecer o negócio em todas as suas minúcias e para isso, a análise SWOT é uma ferramenta muito eficiente.

A análise SWOT consiste em avaliar a empresa a partir de quatro pilares: forças, fraquezas, oportunidades e ameaças. A ideia é identificar tudo que for possível nesses quatro campos e tomar as decisões a partir disso.

4. Relatórios gerenciais

E por falar em ferramentas de gestão e planejamento (aprenda a fazer um planejamento estratégico), aqui está mais uma fundamental. Um relatório gerencial é um documento que contém informações claras, objetivas e atualizadas sobre um determinado assunto e cujo intuito é facilitar a tomada de decisões rápidas e assertivas. Esse tipo de relatório pode ser empregado nos mais diversos setores da empresa, mas costuma ser mais utilizado na parte orçamentária.

Se decidir adotar essa ferramenta, lembre-se de que ela só funciona se houver um cuidado especial para manter as atualizações sempre em dia.

5. Conheça o seu público

A criação de personas é a forma mais eficaz de se relacionar com o público-alvo nos dias de hoje. Não basta mais dizer que você quer vender para mulheres, de 18 a 30 anos, classe A! Qual é o perfil dessa mulher? Com o quê ela trabalha? O que gosta de fazer em seu tempo livre? Tem família ou não? Quais são as suas prioridades? Em que fase da vida ela se encontra?
Quanto mais você souber sobre a pessoa que pretende atingir, maiores são as chances de obter sucesso nessa empreitada!

A maioria das empresas precisa trabalhar com mais de uma persona para identificar todo o seu target. Não existe uma quantidade determinada, mas, em geral, recomenda-se a construção de três a cinco personas. Caso ainda não sabe qual é o seu público-alvo, leia este artigo!

6. Conte com ajuda de uma consultoria

A consultoria empresarial é um serviço que está longe de ser um luxo. Trata-se de levar para dentro da sua empresa uma visão profissional e especializada, treinada para identificar falhas e propor melhorias estratégicas que sejam realmente capazes de dar resultado. Por meio da consultora, você pode atingir seus objetivos mais rapidamente e sem gastos desnecessários.

Continuar lendo

Planejamento estratégico: conheça as metáforas de Morgan