Qual a importância de desenvolver uma cultura organizacional forte?

Qual a importância de desenvolver uma cultura organizacional forte?

Qual a importância de desenvolver uma cultura organizacional forte?

Você já chegou em alguma empresa onde todos os funcionários vestiam um uniforme e tinham um padrão no atendimento?

Isso é muito comum em algumas redes de fast food, não importa o estado ou até mesmo o país de sua localidade, a fachada, o uniforme, as cores e o menu continuarão sendo os mesmos.

Esses atributos físicos são componentes visíveis da cultura organizacional de uma empresa, entretanto, ela não é composta apenas por componentes que podem ser vistos.

Para o professor e pesquisador Idalberto Chiavenato, a cultura organizacional pode ser comparada a um iceberg que flutua no mar. A montanha de gelo que se ergue acima das águas é apenas uma pequena parte que pode ser vista daquele grande bloco cujo maior pedaço está submerso.

Assim é a cultura organizacional, há aspectos visíveis e formais que estão “fora da água”, como: estrutura física; métodos e procedimentos; títulos e descrições de cargo; objetivos e estratégias; entre outros.

Também há aspectos invisíveis e informais “dentro da água”: padrões de influência e de poder, percepções e atitudes das pessoas, relações afetivas, crenças, valores e expectativas.

O grande desafio das organizações é reconhecer quais são os aspectos não declarados que estão subentendidos na dinâmica da empresa e os alinhar à visão e missão dos negócios.

O que é uma cultura organizacional forte?

A cultura organizacional forte é aquela em que os valores, costumes, crenças e tradições são compartilhados por todos e mudam pouco com o passar do tempo.

As pessoas sentem orgulho da organização e compreendem os valores pelos quais trabalham, entendem que são parte importante dos negócios e auxiliam a empresa a atingir seus objetivos e cumprir a sua missão.

Uma cultura forte tem história e herói. Não são raros os relatos de um fundador corajoso que enfrentou dificuldades e foi até rejeitado no início da carreira, mas que persistiu em busca de seu sonho e por ele a empresa se tornou o que é.

Você consegue lembrar-se de alguns exemplos?
Walt Disney, Henry Ford, Bill Gates e Steve Jobs são fundadores de empresas que continuam ativas e fortes mesmo com o passar dos anos.

 

Como desenvolver uma cultura organizacional forte?

Uma cultura organizacional forte precisa ser construída ao longo do tempo porque não surge do dia para a noite.

De nada adianta espalhar cartazes pela empresa com a missão, visão e valores, se isso não faz parte da prática e dos principais projetos elaborados e implantados pelos gestores.

 

Sete características básicas devem ser consideradas, segundo Stephen Robbins, ao pensar no desenvolvimento de uma cultura organizacional. São elas:

1. Inovação e disposição aos riscos: é o incentivo a adaptação às novas tecnologias, implantação de novos processos e incentivo aos colaboradores para também inovarem e assumirem riscos.

2. Atenção aos detalhes: os detalhes fazem a diferença, uma boa imagem da marca, atendimento e até aspectos físicos de limpeza e organização devem ser considerados.

3. Foco nos resultados: técnicas e processos devem ser implantados para levar a empresa a atingir seus objetivos.

4. Gestão de pessoas: a decisão de líderes e gestores é capaz de impactar nos resultados dos colaboradores e da organização. É necessário motivar as pessoas para que estejam dispostas a entregarem o seu melhor.

5. Gestão das equipes: as atividades do cotidiano devem ser orientadas mais para as equipes do que para os indivíduos.

6. Agressividade: é preciso medir o ambiente externo em relação à competitividade para se manter no mercado. Incentivar a ação e atitudes dentro da empresa para que os colaboradores não se acomodem.

7. Estabilidade: é a valorização de aspectos seguros em vez de mudanças constantes e bruscas. Tudo precisa de um tempo para ser melhor elaborado e implantado até chegar a todas as camadas da organização.

 

A importância de uma cultura organizacional forte

Em uma cultura forte, devido à convergência de ideias, todos estão alinhados para um mesmo objetivo. Ocorre a adesão aos valores e missão da empresa que impactam diretamente no comportamento dos colaboradores.

A cultura se torna tão expressiva que quem não estiver identificado com ela acabará se desligando da organização. Mesmo assim, uma cultura forte apresenta menor rotatividade e maior índice de motivação dos colaboradores.

A adesão aos propósitos gera coesão, comprometimento e lealdade entre os membros. Estas qualidades refletem no ambiente e no clima organizacional resultando em maior qualidade dos produtos e serviços oferecidos aos clientes.

Por fim, uma cultura organizacional forte é determinante para o sucesso de uma empresa ao longo do tempo.

 



1
×
Olá Empreendedor, tudo bem?
Me conte sobre o seu negócio!