Como alavancar o seu negócio com estratégias de Growth Hacking

Como alavancar o seu negócio com estratégias de Growth Hacking

Como alavancar o seu negócio com estratégias de Growth Hacking

Você sabe o que é Growth Hacking? Este termo difícil de se pronunciar é usado para definir um conjunto de estratégias em marketing baseado em muita tecnologia, inovação, abandono da zona de conforto e muita cognição em todos os processos. Estas técnicas têm mostrado bastante resultado onde elas são aplicadas, principalmente porque foram pensadas para o nosso contexto de internet e companhias cada vez mais conectadas ao seu público por meio de diferentes frentes. Leia este artigo e saiba como usar o Growth Hacking em sua empresa!

O Growth Hacking e o Marketing Tradicional

Quando pensamos em marketing, estamos falando de estratégias imaginadas para aproximar o público da companhia, fazer com que eles comprem seus produtos e serviços e, além disso, se sintam fidelizados em relação à marca para negociações futuras.

Com base nisso, o Marketing tradicional está, há anos, empreendendo campanhas com compra de materiais e de exposição em diversos meios de comunicação, analógicos ou digitais, off ou online, para impactar o público com seus conteúdos, quase sempre, em tom de propaganda, ou com mensagens fáceis e rápidas de se captar. Além disso, usam ainda eventos, projeção em mídia com assessoria e outros programas.

As técnicas de Growth Hacking também utilizam todas estas ferramentas, mas elas vão além: unem a isso um constante e rigoroso senso de métricas, os benefícios da engenharia para gerar leads e uma luta frequente por inovação e reinvenção de conceitos. O Growth Hacking começou a ser desenvolvido na virada da década de 99 para 2000, e conforme a própria internet foi se desenvolvendo no período, o GH cresceu junto. Existe, inclusive, um profissional especializado nestas técnicas: o Growth Hacker – um especialista em crescimento de empresas através de marketing digital integrado e agressivo.

As principais características

Fique atento à descrição de algumas das principais técnicas de Growth Hacking que temos como benchmarks do mercado:

Viral: você já deve ter visto empresas que fazem campanhas com memes ou conteúdos que viralizam. Principalmente para negócios mais modernos, isso gera leads e identificação do cliente, mas mesmo em mercado mais tradicionais, hoje em dia esta técnica pode pegar!

PR e PR “Não convencional” – A Assessoria de Imprensa sempre foi e sempre será uma forma relevante de marketing para as empresas. Ela ajuda no branding, ajuda no relacionamento com os veículos de comunicação e também atrair leads através de processos de exposição orgânica sem comprar conteúdo, o que confere mais credibilidade.

Através do “PR Não-Convencional” as assessorias de imprensa promovem ações “disruptivas” e incomuns para chamar a atenção da imprensa sobre a empresa e pautar coberturas de alta exposição.

Ações para Search Engine

O Search Engine Marketing (SEM) e o Search Engine Optimization (SEO) são técnicas pensadas para melhorar o posicionamento da empresa dentro do Google e assim trazer leads para o negócio. O SEM é usado para a compra de AdWords e links no Google. Isso é mais difícil do que se imagina: a concorrência pela compra de palavras é grande, e conseguir colocar a marca de sua empresa em evidência pode ser um desafio considerável.

Já o SEO é o esforço de posicionar bem o site da empresa sem ter que comprar palavras no Google AdWords. Para isso, é preciso seguir alguns critérios de relevância e de legibilidade para que o “robô” da ferramenta de pesquisa encontre seu site mais facilmente.

Display ADS

Nesta modalidade, entra um pouco de engenharia. Você deve conhecer sites na internet que funcionam como agregadores de conteúdo. Estes sites oferecem diversos links de anúncios que podem ser um ótimo negócio para se anunciar. Mas é preciso usar a engenharia de vendas de sua empresa para saber se aquele site poderá atingir seu target.

Inbound Marketing

As técnicas de Inbound envolvem o oferecimento de conteúdos de qualidade e relevância para que o seu público alvo possa consumir e se interessar por sua empresa, gerando leads. Para isso, é importante que seu negócio tenha um site ou blog.

Com leads formados, é possível fazer diferentes bases de emails: clientes, leads qualificados, leads descartados, e por aí vai, para divulgar mail marketings: mensagens que impactam toda a base e que costumam ter boa relevância.

Estas são apenas algumas das técnicas de Growth Hacking. Se você quer contar com consultoria empresarial em seu negócio, converse com a GGV: acesse e saiba mais!



Autor: Leonardo Beling
Publicitário, especialista em Planejamento e Gestão de Negócio e Coach, é apaixonado por assuntos ligados a empreendedorismo, inteligência emocional e alta performance. Diretor de Markerting da GGV, semanalmente escreve para o blog GGV e grava vídeos de conteúdo para as redes sociais. Locutor e compositor nas horas vagas.
1
×
Olá Empreendedor, tudo bem?
Me conte sobre o seu negócio!