3 estratégias de networking focado em resultados

3 estratégias de networking focado em resultados

Fazer networking focado em resultados é essencial para qualquer empreendedor de sucesso. Eu nunca conheci um empresário que trinfou em seu mercado, que não possuísse uma forte rede de relacionamentos.

Um dos grandes aprendizados que tive, desde que comecei a fazer networking de forma profissional, é que as pessoas não compram seu produto. Não compram sua marca. Não compram seus processos. Não compram o seu negócio. Antes de tudo, elas compram você!
Quando essa ficha cai, tudo muda! Empresas são feitas de pessoas, seus produtos e serviços são desenvolvidos por pessoas, e as pessoas gostam de comprar de quem elas confiam. Este é um aprendizado de ouro, e o quanto antes você assimilar isso, mais rápida será sua trajetória para conquistar seus objetivos.

Por isso, é essencial investir o seu tempo, energia e dinheiro, para localizar grupos de networking na sua cidade. Claro, que a sua rede de contatos também é importante, mas um dos pilares de um networker profissional, é estar conhecendo novas pessoas constantemente.

Busque por associações, grupos independentes, clubes, coworkings, e veja o que funciona melhor para você. Eu, particularmente, participo de um grupo de networking chamado BNI, a maior rede de networking profissional do mundo. Talvez exista um grupo na sua cidade, vale você pesquisar, clicando aqui.

Mas o objetivo deste artigo, é compartilhar com você 3 estratégias de networking eficazes, atuando de forma assertiva com foco em resultados. Confira!

1. Não seja um caçador!

Um dos principais motivos que alguns grupos de networking simplesmente não funcionam, ou que profissionais não obtém nenhum resultado com sua rede de relacionamentos, está na mentalidade do networker.

Antes de querer vender o seu produto, você precisa se preocupar em ajudar as pessoas, agregar algum valor para elas.

Aqui vale a máxima do quem planta colhe. Se você reúne um monte de empresários em uma sala, todos fervorosos para vender seus produtos ou serviços, qual você acha que será o resultado? Ninguém vai comprar de ninguém.

A lei da reciprocidade é inabalável. Seja um agricultor, não um caçador. Quando você é ajudado, quando você é escutado, quando alguém demonstra interesse genuíno por você, você também vai se portar da mesma forma.

2. Construa sua credibilidade

Lembra que as pessoas só compram de quem elas confiam? Perceba por você mesmo! Quantas vezes você escolheu por um produto ou serviço, não comparando preço, não indo na concorrência, mas por que você simplesmente confiou na pessoa que estava te atendendo?

E para alcançar esta credibilidade, é preciso se atentar aos detalhes e pensar no longo prazo. Não é algo que você conquistará do dia para noite, é necessário ter consistência nas suas atitudes e comportamentos.

Seja sempre pontual com os horários das reuniões. Quem chega atrasado ou falta ao encontro, demonstra desinteresse e falta de profissionalismo. Além disso, fique sempre o máximo de tempo possível ao fim dos encontros. O ser humano é sociável por natureza, por isso, pense que cada minuto a mais que você fica é um investimento.

Cuide da sua imagem pessoal. Estudam comprovam que 55% da percepção da primeira impressão que as pessoas têm de você, diz respeito sobre a sua aparência. Então capriche na sua higiene e escolhas as vestimentas adequadas de acordo com o seu negócio.

3. Tenha uma atitude positiva

Tem uma frase do americano Ivan Misner, fundador do BNI (Business Networking International) que diz: “É mais importante estar interessado, do que ser interessante”.

Esta frase reflete como é importante destinar o foco da sua atenção, verdadeiramente no outro. Quando conseguimos fazer isso e com entusiasmo, demonstramos uma atitude positiva para com as pessoas, o que nos traz reconhecimento, e consequentemente mais resultados.

Seja proativo dentro do seu grupo de networking, se coloque a disposição de ajudar, de contribuir com ideias e ações. Evite discutir problemas, aborde soluções.

O mundo está cheio de gente viciado em reclamações e verbalizando suas insatisfações. Tentar fazer a diferença na vida das pessoas é o que vai te diferenciar. Mas faça isso de forma autêntica, não finja ser o que você não é, e não fale nada para agradar ao outro querendo algo em troca.

Conclusão

Fazer networking profissionalmente, é uma habilidade como outra qualquer, e para você desenvolver esta capacidade, você precisa mais do que tudo, praticar.

Esqueça a falsa ideia de que networking é apenas para pessoas altamente extrovertidas. Isto é uma mentira. Claro que os extrovertidos podem ter mais facilidade em se comunicar, mas em contrapartida, os introvertidos terão mais facilidade em escutar, que é umas das principais armas de um bom networker.

Então, arregace as mangas e potencialize sua inteligência interpessoal.

Desejo sucesso nesta jornada para você empreendedor. Um abraço e excelentes negócios!



Autor: Leonardo Beling
Publicitário, especialista em Planejamento e Gestão de Negócio e Coach, é apaixonado por assuntos ligados a empreendedorismo, inteligência emocional e alta performance. Diretor de Markerting da GGV, semanalmente escreve para o blog GGV e grava vídeos de conteúdo para as redes sociais. Locutor e compositor nas horas vagas.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.