Como indicadores econômicos afetam meu negócio

Como indicadores econômicos afetam meu negócio

Como indicadores econômicos afetam meu negócio

Inflação, taxa de juros, taxa SELIC, valor do Dólar, do Euro: são tantos números… Mas todo empresário que busca ter sucesso precisa sempre acompanhar os indicadores econômicos brasileiros para ficar atento às características que o mercado adquire a fim de tomar as melhores decisões no tempo certo e ver sua empresa crescer. Mas é claro que você não está sozinho nessa! A GGV Consultoria Empresarial pode desempenhar funções fundamentais de sua empresa para que você tenha sempre o apoio de uma equipe profissional e especializada. Acesse GGV Consultoria e saiba todos os detalhes.

Por que acompanhar os indicadores econômicos?

Os indicadores econômicos são o termômetro da economia do país. Com eles sua empresa pode pensar melhor sobre quais ações e estratégias adotar ao longo do ano. Por exemplo, quando comprar ou vender um ativo, quando contrair empréstimos, quando contratar ou demitir, e por aí vai. Neste artigo iremos falar um pouco sobre alguns dos principais dados econômicos e como eles podem afetar sua empresa. Fique de olho!

PIB: quanto o país está produzindo?

O PIB não é exatamente o indicador que irá influenciar diretamente sobre os negócios de sua empresa, mas normalmente ele é o responsável pelas mudanças na inflação e na taxa de juros, portanto, acompanhar o PIB significa estar mais por dentro das tendências dos demais números. Nunca subestime o Produto Interno Bruto.

Inflação: quanto vale o dinheiro?

Um dos principais dados econômicos de qualquer país é a Inflação. O conceito deste indicador é o aumento do preço médio dos produtos em um país, portanto, a depreciação da moeda deste local. Quando os preços, em média, caem, temos o que chamamos de deflação. A inflação controlada é saudável para um país, enquanto a deflação nunca é saudável. Ter uma inflação controlada significa que o país produz e consome, gera emprego e renda com sustentabilidade. Se os preços em média caem, é porque ninguém está comprando. No entanto, se a inflação está muito alta, é um mau sinal: as pessoas estão consumindo demais e a oferta não dá conta.

A inflação é divulgada periodicamente pelo Governo, mas como sua empresa também precisa fazer investimentos para o futuro há uma estimativa de qual será a taxa de inflação no futuro. Ela é especificada pelo IPCA – fique de olho neste indicador! Inflação alta significa que há potencial de consumo, mas que ele pode ser limitado em breve por uma recessão, portanto, fique atento para investir.

Taxa de juros: vale a pena emprestar?

A taxa básica de juros (que acompanha a taxa Selic) é o custo do dinheiro. Ou seja, é o quanto se paga – no mínimo – em juros para se contrair um empréstimo de uma instituição financeira. Ela também é o valor de referência para quanto rende um título público ou um CDB (no valor de face dos títulos, se diz: este título paga X% da taxa básica de juros). Sua empresa não pode desgrudar os olhos deste dado, porque se ela tem interesse de contrair empréstimos precisa calcular a taxa de juros e ficar de olho também no reajuste da inflação, para ver se é rentável contratar aquele dinheiro neste momento. Da mesma forma, se sua empresa negocia títulos públicos ou privados, é sempre bom ficar de olho em quanto cada um destes títulos irá render.

Cotações de moeda forte

Mesmo que sua empresa não faça negócios internacionais ela certamente lida com ativos sobre os quais o valor do Dólar influencia diretamente. A moeda americana é o fiel da balança comercial, e sua empresa precisa estar atenta às variações da cotação do Dólar para saber os momentos certos de comprar ou não determinados insumos para sua empresa, principalmente se eles tiverem de ser importados. Fique atento também à balança comercial em Dólares e Euros se sua empresa executa comércio exterior. Este dado pode influenciar diretamente na precificação dos produtos de seu empreendimento. E, claro, se sua empresa compra e vende moeda forte, é óbvio que também é necessário acompanhar o comportamento do mercado para saber os momentos certos de quando comprar e vender Dólares e Euros.

Conte com consultoria profissional e especializada. Contrate os serviços da GGV Consultoria Empresarial. Faça um orçamento!



1
×
Olá Empreendedor, tudo bem?
Me conte sobre o seu negócio!