Qual o investimento médio para abrir uma franquia?

Qual o investimento médio para abrir uma franquia?

Qual o investimento médio para abrir uma franquia?

O Brasil está voltando a crescer, mas pode-se dizer que ainda é um país em crise. Nestes momentos é que mais se desperta nos brasileiros o espírito empreendedor, e cada vez mais pessoas estão buscando investir em seus próprios negócios para driblar a crise e ter um bom rendimento no fim do mês.

Confira este texto que preparamos especialmente para você que está pensando em adquirir uma franquia e está interessado em saber quanto será necessário investir para começar a operar!

Por que abrir uma franquia?

Nos últimos anos, o PIB brasileiro tem apresentado queda. Isso traz demissões, queda no consumo, queda na produção e redução na qualidade de vida do brasileiro. Por outro lado, o mercado de franchising no país tem crescido de maneira crescente. Até 2016, o número de franquias abertas no país e seu rendimento cresceram por volta dos 10%, segundo a Associação Brasileira de Franchising.

Isto acontece porque as franquias são um modelo eficaz de negócio. Empreendedores estão investindo seu dinheiro em ativos com um bom retorno e sem correr tantos riscos. Afinal, dinheiro não é brinquedo e ninguém está disposto a colocar seus recursos em um “campo minado”, que pode ser o mercado brasileiro, principalmente para investidores iniciantes, inexperientes e com pouca flexibilidade de capital.

Ao investir em uma franquia, o empreendedor estará depositando a sua confiança em marcas que já possuem prestígio, know how e métodos de produção consolidados, de eficácia comprovada e bons resultados nas tabelas de rendimento. O setor cresce tanto, que hoje em dia já é possível encontrar franquias de quase todo tipo de produto e serviço no mercado brasileiro – desde consultórios odontológicos a lojas de chocolate.

Os investidores têm preferido abrir franquias, pois sabem que os consumidores preferem adquirir produtos e serviços de marcas já conhecidas em todo o país, e não empresas novas, cujos padrões ainda não foram suficientemente aprovados pelo gosto popular.

Quer ser um franqueado? Acesse e saiba como entrar “com tudo” neste mercado.

Quanto se gasta para investir em uma franquia?

Esta é uma pergunta com múltiplas respostas, mas se fossemos responder com uma palavra, seria “depende”. Afinal, como dissemos, existem franquias para basicamente tudo: grandes, pequenas, baratas, caras, com ou sem royalties e muitas outras variáveis que podem interferir bastante no investimento inicial do negócio. Entretanto, existem alguns padrões que podem ser mencionados para dar a você, investidor, uma boa noção de quanto poderá ser investido na sua nova empresa.

Uma das principais preferências dos investidores, principalmente os que estão abrindo sua primeira franquia, ou estão entrando agora para o mundo do empreendedorismo são as “microfranquias”. Recebem esta classificação as franquias que exigem um investimento inicial de até R$ 90 mil.

As mais baratas deste segmento podem custar apenas R$ 5 mil, mas vale lembrar que há sempre aquela velha máxima de mercado: quanto mais se investe, maiores as suas possibilidades de render. Portanto, microfranquias de investimentos singelos provavelmente não terão um retorno arrebatador.

Se você irá investir em uma franquia maior, internacional, ou que tenha maior tradição no mercado, o seu investimento poderá girar entre R$ 100 mil a R$ 500 mil – lembre-se que será também necessário contratar e treinar funcionários, adquirir máquinas ou outros ativos para operar seu negócio.

Faça uma tabela que compreenda todas as entradas e saídas do seu negócio e preste muita atenção ao contrato: algumas franquias cobram apenas pelo uso da marca, enquanto outras cobram royalties por periodicidade ou taxa de lucro de seus franqueados. Fique também de olho vivo ao que a empresa franqueadora oferece como vantagens: modelos de negócio, suporte constante, planos de crescimento e outros diferenciais.

Uma consultoria empresarial de qualidade pode ajudar você, empreendedor, a encontrar a melhor franquia para o seu novo negócio e auxiliar em todo o processo de contratação, implantação e operação da franquia. A GGV Consultoria Empresarial pode atuar em várias frentes para garantir à sua empresa as melhores condições de atuação no mercado e assim minimizar riscos e potencializar lucros. Acesse o site e conheça as soluções completas que oferecemos ao seu empreendimento.



Autor: Leonardo Beling
Publicitário, especialista em Planejamento e Gestão de Negócio e Coach, é apaixonado por assuntos ligados a empreendedorismo, inteligência emocional e alta performance. Diretor de Markerting da GGV, semanalmente escreve para o blog GGV e grava vídeos de conteúdo para as redes sociais. Locutor e compositor nas horas vagas.
1
×
Olá Empreendedor, tudo bem?
Me conte sobre o seu negócio!