Maiores empresas do mundo

Maiores empresas do mundo

Maiores empresas do mundo

Os casos de sucesso costumam ser ótimas inspirações para quem está começando no ramo dos negócios. As maiores empresas do mundo parecem distantes de nossa realidade, muitas empresas alcançaram o sucesso no mercado por meio da implantação de princípios básicos do empreendedorismo e do marketing. Ao mesmo tempo, é muito gratificante ver que a iniciativa privada pode trabalhar pelo desenvolvimento do mundo, oferecendo mais tecnologia e soluções que facilitam a vida cotidiana da população.

Todos os dias, utilizamos diversos produtos, serviços e ferramentas que raramente lembramos que são originários de empresas tão poderosas. Seja o celular que utilizamos, o carro que dirigimos ou o supermercado em que fazemos compras: todos surgiram de corporações que, assim como as micro e pequenas empresas, começaram com poucos investimentos, equipe restrita e pouca estrutura, porém conquistaram o mercado por meio da inovação e excelência.

Para inspirar quem está começando um negócio ou, até mesmo, quem já está atuando no ramo, hoje falaremos sobre as maiores empresas de sucesso do mundo, com o objetivo de conhecer suas principais diretrizes na busca pelo topo do mercado.

Apple

A empresa de smartphones, computadores, tablets e demais equipamentos eletrônicos é fruto de uma ideia dos empresários Steve Jobs e Steve Wozniak. Quando criada, na década de 1970, jamais se imaginava que a Apple tomaria essas proporções. Isso porque, na época, os smartphones não eram nem cogitados, quem dirá aparelhos de usos cotidianos. Com o passar dos anos, no entanto, ao invés de esperar pela popularidade dos celulares, a Apple emplacou seus aparelhos, tornando-se tendência para outras marcas.

A inovação, desde as ferramentas tecnológicas até o design de cada aparelho, é uma das principais diretrizes da Apple. É por esse motivo que, mesmo lançando dois modelos novos de smartphones anualmente, cada dispositivo tem seu diferencial e é sempre uma versão mais avançada do que o anterior.

Além do diferencial baseado em sempre propor algo novo para o consumidor, a marca Apple se tornou tão forte que, atualmente, ela também oferece um status diferencial ao consumidor. É por esse motivo que, mesmo havendo celulares ou computadores com funções semelhantes no mercado e preços inferiores, a Apple continua com seu mercado consolidado, contando com a publicização gratuita de seus produtos por meio de artistas, programas de televisão, entre outras formas de divulgação.

 

Google

Quem nasceu até meados da década de 90 sabe que o conceito de pesquisa já foi muito diferente do que temos atualmente. A busca em livros e enciclopédias, antes exaustiva e, em alguns casos, pouco explicativa, foi superada com uma criação de uma empresa que revolucionou esse conceito. A Google transformou o processo de busca por meio de verbetes em algo rápido e muito mais conclusivo, possibilitando uma gama infinitamente maior de conteúdo para o usuário. Com o tempo, a empresa também passou a oferecer a busca por imagens, sons, vídeos, entre outros formatos.

Apesar de parecer uma empresa muito distante de nossa realidade, a Google cresce diariamente aplicando diretrizes básicas do empreendedorismo e marketing. A principal delas está na valorização de seus funcionários, transformando-os em talentos que contribuem para o desenvolvimento da marca. Além de recompensas pessoais e um ambiente de trabalho diferenciado, a Google trabalha a ideia de que seus colaboradores têm o poder de criar novas ferramentas de uso cotidiano, facilitando a vida da população.

A empresa ainda preza pela prestação de serviços com excelência, com foco no usuário. A Google também acredita na informação como base da transformação, porém sempre respeitando os princípios éticos determinados pela empresa.

 

Facebook

À época de sua criação, em meados dos anos 2000, era difícil acreditar que o Facebook tomaria as atuais proporções. A rede social, considerada um hobby para a grande parte de seus usuários, tornou-se uma das maiores empresas de sucesso do mundo, fazendo de seu idealizador, Mark Zuckerberg, um dos empresários mais bem sucedidos no globo.

O Facebook iniciou dentro da universidade americana de Harvard, quando Zuckerberg e alguns amigos desenvolveram a plataforma para que alunos pudessem se comunicar por meio de seus perfis, inserindo fotos e conteúdo em texto. Hoje, o Facebook possui mais de 2 bilhões de usuários, sendo a maior rede social de todo o mundo. A empresa também é detentora de outras redes sociais rentáveis, como o Whatsapp e o Instagram.

Assim como na Google e na Apple, o Facebook demanda de constante atualização para se manter no topo do mercado. Nesse caso, atender as necessidades dos usuários é ainda mais importante, pois a rede social atrai seus clientes por meio de seu interesse nas ferramentas ofertadas. Quanto mais usuários, maior a possibilidade de vender anúncios e, dessa forma, lucrar diretamente com a plataforma.

Walmart

Apesar de a tecnologia dominar grande parte das grandes corporações de sucesso no momento, muitos serviços essenciais ainda são ofertados de forma semelhante a de anos atrás, porém com adaptações as necessidades do público. Os supermercados não fogem dessa realidade. O Walmart é uma das grandes empresas de sucesso do mundo ao oferecer produtos alimentícios, aparelhos eletrônicos, produtos para a casa, roupas e calçados, entre outras mercadorias, em um lugar só.

A empresa americana também possui nas bases do empreendedorismo e marketing o segredo de todo o seu sucesso. Hoje avaliada em mais de US$ 60 bilhões, o Walmart possui lojas em todo o mundo, prezando pela oferta de produtos com preços diferenciados e pelo atendimento de excelência.

Além disso, a proposta de vender diversos tipos de produtos em uma mesma loja virou tendência para diversas redes de supermercados em todo o mundo. Ao focar na praticidade para o cliente, bem como nas melhores formas de pagamento, a rede Walmart cresceu, de um pequeno mercado em Bentoville, a uma das maiores empresas de sucesso do mundo.

Os casos de sucessos entre empresas são inúmeros. Muitas vezes, não é a quantidade de lojas ou de funcionários que determina o crescimento de uma empresa, mas sim, sua visibilidade e sua inovação dentro do mercado. Os quatro exemplos citados são grandes inspirações e mostram que mesmo pequenos negócios podem alcançar a ascensão mundial.

 

Continuar lendo

Confira os 5 maiores empreendedores brasileiros de 2017