Melhorar a Cultura Organizacional - GGV Consultoria Empresarial

Como melhorar a cultura organizacional da sua empresa?

Como melhorar a cultura organizacional da sua empresa?

Você é o tipo de empreendedor que trabalha muitas horas por dia? Gosta de acompanhar todas as etapas do seu negócio? Tenha cuidado, pois você pode estar adotando um perfil excessivamente centralizador.

Caso sua agenda esteja sempre lotada e você não tenha capacidade de delegar tarefas, tanta pressão pode lhe causar problemas. É compreensível seu esforço em busca do crescimento do negócio, mas acredite: é difícil chegar lá sozinho.

Se os questionamentos acima o fizeram lembrar algumas situações do cotidiano, você veio ao lugar certo! Aqui vamos mostrar como fortalecer a cultura organizacional de sua empresa. Desta forma, vai sustentar os valores e crenças que direcionam hábitos e comportamentos. Confira!

Clareza do papel de cada um

Mesmo que não sejam formais, existem regras implícitas que se aplicam ao relacionamento de qualquer coletivo de pessoas. Quando tais regras nãos estão claras, acabam resultando em comportamentos contraditórios. Conflitos de interesses entre grupos distintos podem gerar desconfiança mútua e até mesmo sabotagem de iniciativas.

Para evitar disputas internas, é fundamental que todos tenham clareza de seu papel na organização. É importante assegurar que os colaboradores tenham senso de responsabilidade e que sejam capazes te interagir focados na busca de soluções.

 

Transparência nas informações

A formação de grupos de interesse dentro de uma empresa geralmente acontece quando há falhas no compartilhamento de informações importantes. Assim, as pessoas buscam compreender tudo por meio das pessoas mais próximas. Essa rede paralela de notícias pode vir a se tornar uma espécie de “rádio peão”.

É importante manter um canal direto de informações, além da hierarquia formal. Isso pode ser feito de várias formas; por meio de um mural, um house organ ou intranet. O importante é estar sempre em contato com o público interno.

 

Cultura organizacional com objetivos comuns

O empreendedor que está comprometido com o crescimento do negócio deve ter capacidade de manter seu foco nas questões estratégicas. Para isso, precisa confiar na equipe e saber delegar tarefas e planejar metas coletivas. É importante mostrar aos colaboradores que o sucesso da empresa possibilita novas oportunidades para todos.

Compartilhar metas e resultados estimula o time a buscar sua melhor performance. Abrir espaço para contribuições é uma maneira de que as pessoas desenvolvam uma mentalidade criativa e pró-atividade para resolver os problemas. Nem todos os problemas precisam chegar ao nível de diretoria para serem resolvidos, não é mesmo?

 

Planejamento de rotinas

Para que a equipe desenvolva um grau positivo de autonomia, é importante ter segurança em relação a atividades que desenvolve rotineiramente. Aqui não queremos engessar padrões, mas sim identificar boas práticas que devem ser replicadas para gerar melhores resultados. Assim, o gestor não se ocupa de monitorar tarefas repetitivas.

Imagine, por exemplo, que ao final do expediente na sexta-feira não haja muitas demandas de clientes. Pode ser um bom momento para organizar a mesa de trabalho. Ou, ainda, comparar o volume de impressões entre dois colaboradores que exercem tarefas semelhantes. Algo pode estar errado se um deles costuma gastar muito mais papel.

 

Os próximos passos

Para implementar as sugestões acima, pode ser importante buscar ajuda especializada. Uma consultoria vai auxiliar a empresa a conquistar destaque no mercado. Isso será possível otimizando processos e melhorando a gestão financeira e de recursos humanos.

Vale a pena estabelecer uma cultura organizacional mais eficaz. Rever processos é importante para identificar oportunidades de melhoria ou a necessidade de ajustes na equipe. Estabeleça novas condutas, assim terá mais organização e qualidade de vida, ao mesmo tempo que notará o crescimento consistente de seus projetos.

Gostou do post? Tem mais alguma dica sobre o assunto? Deixe seu comentário!

 

Continue lendo

Pesquisa de marketing e pesquisa de mercado, qual a diferença?



Autor: Gustavo Resende
Mercadólogo, especialista em finanças e Diretor de projetos da GGV com skills orientadas a gestão de negócios, finanças e relacionamento empresarial.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

1
×
Olá Empreendedor, tudo bem?
Me conte sobre o seu negócio!