Modelo de Negócio Canvas: Como montar o seu

Modelo de Negócio Canvas: Como montar o seu

🔊 👇🏼Clique no play e escute este artigo!

Muitas vezes você pode ser mais produtivo, simplesmente trabalhando menos, mas atuando de forma inteligente. Sob este aspecto, o Modelo de Negócio Canvas é uma ferramenta estratégica, excepcional para qualquer empreendedor aplicar no seu negócio.

Talvez você já tenha ouvido a história do jovem Lenhador, que queria superar o seu mestre na quantidade de árvores cortadas, não medindo esforços para que isso fosse possível. O Lenhador lançou, então, o desafio para seu Mestre, para disputa perdurar uma semana e eles compararem os resultados de cada um. O mestre aceitou imediatamente.

Então, o Lenhador começou a trabalhar mais de 12 horas por dia, e acreditava que poderia vencer o Mestre, pois tinha adquirido alto nível de habilidade na sua profissão. Durante a semana, ele percebia que por várias vezes, o mestre ficava para trás, permanecendo sentado. No final da semana, percebeu que o Mestre tinha cortado um volume muito maior de árvores. Ficou perplexo. De bate pronto, perguntou

– “Como isso é possível? Eu trabalhei muito mais que você, vi você várias vezes descansando!”.

O mestre então responde: – “Não, meu amigo, você está enganado, eu não estava descansando. Eu estava apenas afiando meu machado”.

Esta parábola, é uma lição sobre a importância de trabalhar estrategicamente.

Por muito tempo o termo “modelo de negócio” foi utilizado, mas sem uma direção clara do seu significado. Foi então que o Suiço Alexander Osterwalder, desenvolveu a sua tese de doutorado sobre o tema, criando o Modelo de Negócio Canvas.

Em um primeiro momento o Modelo de Negócio Canvas pode até gerar estranheza por sua simplicidade, parecendo um diagrama comum. No entanto, é na aplicabilidade dele que verificamos a facilidade, utilidade e riqueza da ferramenta. A principal vantagem do Canvas é que ele permite a visualização de todo o negócio, resumido em apenas uma página. É exatamente a sua simplicidade que o torna tão genial.

Ele extingue a necessidade de leitura de milhares de páginas, densas e pesadas, para compreensão da engrenagem de uma empresa. Alexandre Osterwalder foi o mentor da criação deste método, mas ele não criou o Canvas sozinho. Convidou mais de 200 Consultores de todo o mundo para desenvolver um trabalho colaborativo e então, chegar no resultado final e disseminar a mensagem pelo mundo.

Outro diferencial deste método de formatação de modelo de negócio, é a visão de integração que ele fornece entre as áreas do negócio. Entender como uma coisa tem conexão com a outra, e toda estratégia da organização, traz muito mais assertividade para tomada de decisão.

Vamos então ao passo a passo para você elaborar o Modelo de Negócio Canvas do seu Negócio!

1. Segmento do Cliente

Esta deve ser a primeira etapa a ser preenchida do seu Modelo de Negócio Canvas. Pois ela tem interferência direta sobre as respostas das outras áreas. A palavra de ordem aqui é FOCO.

Por mais abrangente que seja o seu negócio, você precisa definir um nicho. Um tipo de cliente, no mínimo “preferencial” para vender. É o famoso ditado “quem atira para todos os lados, não acerta alvo algum”. Você pode segmentar por gênero, idade, renda, localização, comportamento, etc. Veja o que faz mais sentido de acordo com seu negócio.

2. Parceiros Chave

Identifique quem são as pessoas ou empresas que são diretamente ligadas ao funcionamento do negócio.

Normalmente se trata de fornecedores ou parceiros estratégicos que ajudam a sua empresa a gerar valor para o cliente. Qualquer tipo de produto ou serviço que é fornecido por terceiros e que têm relevância para continuidade da empresa, devem estar listados aqui.

Se você tem uma oficina mecânica, por exemplo, as peças de carro e os insumos automotivos, são essenciais para que o serviço seja executado. Ou seja, as empresas que fornecem esse itens, se tornam parceiros-chave do negócio.

3. Atividade Chave

Pense no que a sua empresa não poderia jamais deixar de fazer para sobreviver. Quais são as principais ações necessárias para a engrenagem do negócio funcionar? O que você precisa fazer de modo constante para operar o negócio e deixar o seu cliente encantado?

Atividade-chave está diretamente ligada ao que você precisa fazer para gerar valor para o cliente. O desenvolvimento de um modelo de negócio Canvas é, por exemplo, uma atividade-chave na Consultoria da GGV para as pequenas e médias empresas.

Qual é a atividade-chave do seu business?

5. Recurso Chave

Para responder a este item, vamos então a definição de recurso. Recurso, nada mais é que do que qualquer fator ou elemento utilizado para alcançar determinado objetivo.

Diante deste conceito, os recursos chaves no Modelo de Negócio Canvas são os ativos realmente essenciais para o funcionamento do seu negócio.

Uma padaria pode ter o recurso chave, como a máquina de fazer pão. Uma academia de Pilates tem como recurso chave os aparelhos e equipamentos. Um escritório de advocacia tem como recurso chave o capital intelectual dos profissionais.

Se pergunte o que é fundamental para entrega do seu produto e do seu serviço.

6. Proposta de Valor

Avalie quais são as vantagens e benefícios reais que você entrega para o seu cliente. Segue abaixo algumas perguntas para te ajudar a identificar sua proposta de valor

• O que te faz único no seu mercado?
• Quais são seus diferenciais?
• Por que o cliente vai escolher a minha empresa?
• Qual é o problema que eu resolvo para o meu cliente?
• Qual a solução eu entrego para o meu cliente?

Respondendo a estes questionamentos, você terá informação suficiente para ver se sua proposta de valor está condizente com os resultados que você espera no seu negócio.

Além disso, elaborando a proposta de valor, suas ações de marketing terão mais embasamento para criar ações que realmente tragam um retorno significativo.

7. Relacionamento

Pergunte-se como está o relacionamento da sua empresa com seus clientes atualmente, sob todos os aspectos.

Não apenas quando o cliente já comprou de você. Mas se ele tem alguma dúvida e precisa de um suporte. As novidades do seu negócio, como você comunica esta mensagem para ele?

De forma geral, as estratégias de relacionamento são primordiais para sua retenção de clientes. Investir em uma equipe de atendimento humanizado ao cliente, por exemplo, pode ser uma excelente alternativa. Outra opção é investir em tecnologia, desenvolvendo um aplicativo ou um sistema de atendimento online. As redes sociais também são uma estratégia de relacionamento. Tudo que estiver ligado a atrair, manter e aumentar clientes, pode estar ligado ao item de Relacionamento do Canvas.

Mas cuidado para não lotar esta caixa, aloque apenas o que for mais importante!

8. Canais

Aqui há duas perguntas simples que matam a charada:

Como o seu potencial cliente vai encontrar a sua empresa e como será a distribuição do seu produto ou serviço? Basicamente este item está ligado aos canais de vendas e marketing do negócio.

Serve para que o segmento de clientes possa estar ciente da proposta de valor e efetuar a compra. Vamos usar de referência, uma loja de roupas. Seus canais principais podem ser: a loja física própria, o e-commerce da marca, a distribuição para outros varejistas, as redes sociais, o trabalho de assessoria de imprensa, os influenciadores digitais, entre outros.

9. Estrutura de Custos

Neste penúltimo bloco, considere quais são os principais custos para operacionalização da empresa. O que de fato é determinante e tem peso para o negócio rodar? Eles naturalmente terão origem, principalmente das informações inseridas dos recursos-chaves, atividades e parcerias-chaves. Mas também poderão vir de outras áreas dependendo de cada negócio.

Se pergunte, para que toda a estrutura da empresa funcione com eficiência, quais são os custos relevantes envolvidos?

Se você for abrir uma start-up, certamente fará parte da sua estrutura de custos os investimentos em tecnologia e desenvolvimento de software. Se você tem um restaurante tradicional, muito provavelmente os dados estarão relacionados aos insumos alimentícios e mão a obra. Se você é dono de uma escola, a estrutura de custos principal pode estar no aluguel do imóvel e no salário dos professores. E assim por diante.

10. Fonte de Receita

Por fim, e o que mais interessa para qualquer empreendedor. De onde vem a monetização do seu negócio? Em outras palavras, como você faz dinheiro? Quais são as maneiras que você possibilita o cliente pagar pelo seu produto ou serviço?

O fluxo de receita também pode ser uma estratégia de inovar no seu mercado. Pedido sob demanda, plano de assinatura, pacotes personalizados, comissionamento, parceria com revendedores, são algumas das alternativas.

Vamos imaginar uma loja de suplementos alimentares. As fontes de receita da empresa podem ser: venda direta na loja, venda online, venda por meio de representantes e royalties das franquias.

Conclusão

Caro empreendedor, espero que este artigo, possa te ajular a realizar a modelagem do seu negócio. O Modelo de Negócio Canvas, nada mais é que um mapa com os principais elementos de uma empresa, e nos auxilia a ter uma visão estratégica.

Uma vez ouvi uma frase que me marcou muito: “Se não for simples, não funciona”. É exatamente disso que se trata! O Canvas é a ferramenta de formatação de negócio mais utilizada no mundo, justamente por causa da sua praticidade.

Agora que a teoria já está com bastante embasamento, é hora de colocar as mãos na massa.

Faça o download gratuito do seu Canvas, no banner aqui em baixo.
Ferramenta Modelo de Negócio Canvas

E se tiver qualquer dúvida, retorne no artigo ou venha tomar um café aqui com a gente!

Um forte abraço!



Autor: Leonardo Beling
Publicitário, especialista em Planejamento e Gestão de Negócio e Coach, é apaixonado por assuntos ligados a empreendedorismo, inteligência emocional e alta performance. Diretor de Markerting da GGV, semanalmente escreve para o blog GGV e grava vídeos de conteúdo para as redes sociais. Locutor e compositor nas horas vagas.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

1
×
Olá Empreendedor, tudo bem?
Me conte sobre o seu negócio!